"Há dias que dá vontade de fazer nada. Há dias que nem os sonhos parecem fazer sentido. Sufocada nesse labirinto chamado Terra, um corpo já sem alma vaga n amultidão... Quem lhe dera inaugurar o beijo da despedida, pois há dias em que o mundo inteiro canta e ele apenas consegue chorar."

By Talissa

11/07/2010

ALICE

O vento sopra trazendo em sí o aroma da fantasia
Laços e fitas dançam rumo ao impossível.
Caindo... Caindo... Caindo...
Distanciam-se cada vez mais da sua realidade.
Partem rumo ao desconhecido;
Partem para conhecer uma outra verdade.
Se não ousasse a garotinha o Coelho Branco seguir
O País das Maravilhas talvez nunca se revelasse.
Distante do possível agora está.
Depois de uma gota de veneno tomar,
Encolhida parece estar!
Após a fechadura atravessar,
Um mundo de fantasias é o que Alice irá encontrar.
Nele não há Fadas e nem Gnomos,
Mas há coelhos que falam,
Criaturas cheias de desejos e sonhos.
Uma Rainha Branca encantada,
Um exército de cartas,
Uma Rainha Vermelha ingrata!
Ao longe, Um Chapeleiro Maluco insano.
Apenas almeja construir o País das Maravilhas de novo.
O Sábio Gato declara em seus sonetos:
"Alice, é hora de seguir o oráculo.
Uma batalha é travada no tempo."
"Glorian Day à Rainha!"
Um Jaguadarte luta por sua vida;
Alice luta pela vida de todos
No País das Maravilhas.
Embora jovem Guerreira ainda,
Num mundo em que muitas cabeças rolaram,
Hoje, Alice traz de volta o passado
E finalmente o bem volta ao reinado.
A Guerreira e os estranhos amigos ficam para trás.
É hora de para a casa retornar.
Os anos passam e Alice sempre dormindo acordada está.
Tudo o que mais deseja é ao País das Maravilhas voltar.

Nenhum comentário:

"Nada nos deixa tão solitários quanto nossos segredos."

(Paul Tournier)